quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Separação silábica

Separação silábica

Separar as sílabas de uma palavra significa separar essa palavra em unidades de som que são pronunciadas em conjunto, em uma única aspiração. Em outras palavr

as, separar as sílabas de uma palavra é separar os sons que a compõem. Repare que na maioria das palavras as sílabas são compostas por mais de um fonema (LEI-TU-RA, por exemplo, cujas sílabas chegam a ter até três fonemas diferentes). Por isso, não crie a idéia errada de que separar sílabas é separar fonemas.

Um método prático para separar as sílabas é pronunciar as palavras pausadamente, uma sílaba de cada vez. Separar sílabas é fazer mais ou menos o que algumas pessoas fazem para dar ênfase em um vocábulo enquanto falam. Veja a figura abaixo:


















Repare nas paralavras “maravilhoso” e “pãozinho”. Perceba que as letras LH e NH foram agrupadas na mesma sílaba. Quanto à palavra “péssima”, perceba que o SS foi separado em duas sílabas diferentes. Isso acontecerá sempre, portanto na hora de separar sílabas de palavras com SS, lembre-se de sempre deixar o SS em sílabas diferentes. Seguem alguns exemplos de separação de sílaba de palavras com SS: FRA-CAS-SO, PAS-SEI-O. Observe o quadro de letras que se separam e que se mantem juntas na separação silábica:





















É preciso prestar muita atenção quando se vai separar as sílabas de uma palavra pois nem sempre o modo como falamos corresponde a separação correta na escrita. Por exemplo, a palavra “advogado”. Se tentamos separá-la com base no modo como a falamos, muitos de nós a separaremos como “A-D-VO-GA-DO” ou como “A-DI-VO-GA-DO” ou ainda “A-DE-VO-GA-DO”, quando a forma correta é na verdade “AD-VO-GA-DO”. Essa separação incorreta de sílabas se dá porque raramente o falante de português brasileiro pronúncia a palavra “advogado” com D mudo. O que geralmente ocorre é o acréscimo de uma vogal (I ou E, geralmente o I) à sílaba com o D mudo. Isso porque é estranho para um falante de português brasileiro pronunciar uma palavra com consoante muda. Há uma tendência natural na língua portuguesa falada no Brasil de se preencher as sílabas de consoantes mudas com vogais breves, como o I ou o E. O mesmo processo ocorreu com a palavra “futebol”, cuja forma original em inglês era “football”. No entanto, apesar de na fala isso ser possível, na escrita é incorreto escrever “adivogado” ou “adevogado”, a forma correta é “advogado”, devido às convenções ortográficas.

As palavras podem ser classificadas de acordo com o número de sílabas que apresentam. Palavras de uma sílaba só são chamadas de monossílabas, palavras de duas sílabas são dissílabas, palavras de três sílabas são trissílabas e palavras de quatro ou mais sílabas são polissílabas.


Quer saber mais?

Quer saber mais sobre fonética e fonologia? Visite o site da Associação de Fonética Internacional (http://www.arts.gla.ac.uk/IPA/ipa.html) ou leia a Gramática do Português Comtemporâneo, de Celso Cunha.


Um comentário:

Ana disse...

Boa noite
Não me parece que a separação de sílabas esteja correcta, no caso de carro ou passo. Na separação de sílabas fica: ca-rro e pa-sso.
Na translineação é que fica diferente: car-ro po pas-so
Ok?